Você está aqui: HomeArtigos de NutriçãoComunicadoValeu Paula Quintino!!!!

Artigos Postados

Manter a Forma

Como manter a forma saudavelmente

O sorvete que sacia - com Biomassa

Avaliação do Usuário

 

O sorvete que sacia e alimenta

 

 

Ingredientes:

  • 1 xícara de chocolate 70% cacau
  • 1 xícara de biomassa de banana verde
  • 2 colheres de sopa de leite de coco

Modo de preparo:

Derreta o chocolate, adicione o leite de coco e misture até ficar homogêneo. Adicione a biomassa de banana verde e mexa bem até ficar uma massa aerada. Se você desejar uma mistura ainda mais cremosa, acrescente uma dose extra de leite de coco. Leve ao freezer e sirva quando atingir uma boa consistência.

Benefícios da biomassa de banana

Saúde do intestino

O amido resistente do alimento tem ação semelhante ao das fibras, por isso a biomassa é eficaz para manter a saúde do intestino em dia.

Ele ajuda a nutrir a mucosa intestinal, além de aliviar diarreias e contribuir no combate à prisão de ventre.

Saúde do Coração

Para quem sofre com colesterol alto, por exemplo, a biomassa é uma boa aliada.

Além de reduzir os níveis de HDL na corrente sanguínea, o alimento ajuda a diminuir os triglicerídeos e a atua na redução da absorção de gordura.

Fonte de vitaminas

Rica em vitaminas A, B1, B2 e minerais essenciais como fósforo, magnésio e potássio, a biomassa também é um dos alimentos antioxidantes que age na prevenção de doenças como o câncer e ajuda a combater o envelhecimento precoce.

Emagrecimento

biomassa de banana verde ajuda emagrecer porque, além de ser de baixo teor calórico, ajuda a inibir a absorção de glicose e gorduras.

 

Enquanto isso, o amido promove sensação de saciedade prolongada, já que é digerido lentamente pelo organismo.

Última atualização em Terça, 07 Fevereiro 2017 18:04

Esqueça o que te faz mal: Dietas , restrições alimentares..etcs

Avaliação do Usuário

 

 

 

Para a alegria dos que não conseguem abandonar as guloseimas, as dietas radicais estão com os dias contados.

Um estudo divulgado na última semana, pela Universidade da Pensilvânia, promete acabar com o mito de que, para emagrecer, as pessoas devem seguir "regimes" com  ditadura extremas, que cortam carboidratos e prezam, apenas, por opções específicas para perda de peso.

Na verdade, de acordo com a pesquisa, as guloseimas não devem ser totalmente deixadas de lado, mas apenas consumidas com moderação.

A pesquisa mostra que 65% das pessoas que se empenham em dietas radicais recuperam o peso perdido em até três anos, sendo que, apenas 5% conseguem manter as novas medidas.

Por outro lado, nesta experiencia como Nutricionista Clinica, percebi a eficiência da R.A. em 86% dos pacientes, ou seja eles não abandonaram as guloseimas por completo: chocolates, batata frita e outros carboidratos.

Ainda, o estudo garante que a renúncia de alimentos que se gosta pode ter consequências psicológicas e trazer fortes emoções negativas a quem estiver tentando seguir a dieta, razão pela qual tantas pessoas veem a perda de peso como um processo negativo.

Os cientistas também consideram essencial ao paciente sair para comer em restaurantes ou consumir o que gosta de vez em quando, o que transforma a perda de peso em um processo bem sucedido e eficaz.

Porem não confundir : "sair  de vez em quando para comer o que gosta"  com o "dia do permitido" ou o "dia do lixo" (pratica que não uso,  abomino esta prática) não deveria ter este dia, pois o inconsciente fica estressado pela chegada deste dia, prejudicando assim, a consciência da RA ( Reeducação Alimentar).

 

Porém, evite exageros: mesmo que não deva ser totalmente deixado de lado, o consumo de carboidratos deve ser sempre moderado.

Assim deveria ser tudo na vida, nada deve ser em excesso..

 

 

 

Última atualização em Quarta, 01 Fevereiro 2017 13:51

Cubos de abacaxi com gengibre para eliminar até 2 kg por mês!

Avaliação do Usuário

 

Cubos de abacaxi com gengibre para perder até 4 kg por semana

Cubos de abacaxi com gengibre para eliminar até *2 kg por mês.

Muito bom e totalmente refrescante essa receita. Ajuda a eliminar os quilinhos extras e  indesejáveis.

Receita Cubos de abacaxi com gengibre para perder até 2 Kg por mês.

Ingredientes:

  • 3 xícaras de abacaxi cortados
  • 250 ml de água
  • 1/2 xícara de gengibre sem casca e picado

Preparação :

  • Basta bater os ingredientes no liquidificador sem adição de açúcar, adoçante ou mel.
  • Em seguida, coloque nas forminhas e leve para congelar.
  • apos o congelamento coloque os cubinhos em um recipiente de vidro bem vedado e conserve no freezer.

 Prepare um suco natural de laranja , melão ,  abacaxi ou de outra fruta que aprecie e coloque um cubo do preparado e beba de seguida.

Beba 2 copos por dia, elimine açúcar e bebidas gaseificadas.

Esses cubos têm efeito diurético e emagrecedor.
O gengibre tem gosto forte, mas tem potente função de saciar a fome e acelerar o metabolismo (gasto energia).

* seguindo uma alimentação diária equilibrada, com porções orientadas pelo nutricionista.

se continuar a comer a mesma porção de alimentos,  e só inserir este suco na rotina,  nada valerá, e se comer menos que seu organismo necessita, poderá ter a imunidade prejudicada.

 

Última atualização em Sexta, 15 Julho 2016 19:10

calculando o IMC - Índice de Massa Corporal

Avaliação do Usuário

IMC é uma sigla utilizada para Índice de Massa Corporal. O Índice de Massa Corporal é uma medida utilizada para medir a obesidade adotada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). É o padrão internacional para avaliar o grau de obesidade.

O IMC foi usado em diversos estudos que comprovam que, quanto maior for o IMC do indivíduo, mais ele corre risco de morrer por doenças cardiovasculares. Esse índice pode ser usado em qualquer pessoa a partir dos 2 anos para identificar o excesso ou a carência de peso.

Como calcular o IMC?

Esse índice é calculado pela fórmula: peso/altura².

Vamos a um exemplo:

Se você medir 1,75 m e pesar 60 kg o cálculo será o seguinte: 60 divididos por 1,75² que logo se tornará 60 divididos por 3,06. O resultado da divisão será 19,60, portanto o seu peso é normal (a priori, é normal, veja explicação sobre IMC idêntico).

 

 Conheça a Tabela do IMC

O índice possui uma tabela com resultados e categorias. Ao fazer o cálculo do IMC, você obterá um resultado e a partir dele irá verificar se está abaixo, acima ou de acordo com o seu peso.

Podemos ver na tabela abaixo a classificação, você pode calcular o seu IMC e acompanhar a leitura.

 

Quando o resultado é menor que 18,5 kg/m², pelo índice, é considerado magro (abaixo do peso), pessoas nessa classificação correm o risco de desenvolver doenças infecciosas, pois, esse resultado, pode significar desnutrição ou metabolismo desregulado, provocando baixa imunidade.

Entre 18,5 até 24,9 kg/m² é considerado peso saudável, ou seja, aquele peso para àquela altura estima que a pessoa está saudável.

Dos 25 kg/m² em diante começa a classificação para sobrepeso, pessoas nessas faixas indicam maiores riscos de doenças crônicas, que são doenças cardiovasculares, pressão alta, diabetes… Pois, quanto maior o peso, maior será a quantidade de gordura corporal.

IMC é um bom índice para todos?

Mesmo sendo um índice muito eficaz, há exceções que devem ser respeitadas, pois seus resultados podem não ser reais quando aplicado em pessoas com muito peso devido à massa muscular, como os atletas e fisiculturistas.

Pessoas ativas fisicamente possuem mais massa magra do que gordura, assim seu IMC poderá ser alto e, claro, não é sinal de que está com sobrepeso.

 IMC idêntico, porem difere compleição massa corporal:

Formula incapaz de diferenciar massa gorda e massa muscular, o IMC é mais usado para sedentários.

Tabela do IMC para Idosos

Foi adotada uma nova tabela de IMC para os idosos (acima de 60 anos), pois foi concluído que os idosos possuem menos massa muscular do que jovens e adultos. O cálculo é o mesmo.

Porém a leitura precisa de atenção:

– IMC abaixo de 21,9 kg/m²: abaixo do peso

– IMC entre 22 e 27 kg/m²: peso normal

– IMC entre 27,1 e 32 kg/m²: sobrepeso

– IMC entre 32,1 e 37 kg/m2: obesidade no grau I

– IMC entre 37,1 e 41,9 kg/m²: obesidade no grau II

– IMC maior que 42 kg/m²: obesidade no grau III, obesidade mórbida.

No caso dos idosos masculinos, é considerada obesidade mórbida quando o resultado ultrapassar 40 kg/m². 

Observação

Metodologia indicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para calcular o IMC de pessoas com idade a partir de 60 anos.

 Tabela do IMC para Crianças

A tabela de adultos e jovens também não se aplica para as crianças. No caso das crianças, você deve fazer o cálculo e logo depois consultar a tabela de idade e sexo para verificar o percentil em que a criança se encaixa. Sabendo o percentil, você poderá interpretar as seguintes informações:

– IMC abaixo do percentil 10: abaixo do peso

– IMC entre o percentil 15 e 85: peso normal

– IMC entre o percentil 85 e 95: sobrepeso

– IMC acima do percentil 95: obesidade

 

Bom saber:

Qual é a precisão do IMC?

IMC é uma medida útil para a maioria das pessoas com mais de 18 anos. No entanto, existem algumas limitações no seu uso, pois ele pode ser influenciado pela idade, sexo e etnia.

Por exemplo, pessoas brevilíneas e/ou musculosas podem ser consideradas obesas sem o serem de fato. Para idosos e crianças, é necessário seguir tabelas especiais de IMC. Já os indianos, paquistaneses e bengaleses que estão com o índice de massa corpórea (IMC) acima de 28 devem ser considerados obesos por serem mais suscetíveis ao diabetes mellitus e a doenças cardíacas.

A partir do IMC também não é possível diferenciar os componentes "gordo" e "magro" da massa corporal.

Fale com o seu médico, um nutricionista ou um profissional especializado sobre o seu peso e sua saúde física.

Se você estiver grávida, o IMC não se aplica. Você deve procurar o seu obstetra e conversar com ele sobre o que representa um peso saudável durante a gestação.

 

Brevilíneas: De linhas ou dimensões curtas. Em anatomia geral; indivíduo que apresenta tronco e membros mais curtos que a média da espécie

Diabetes mellitus: Distúrbio metabólico originado da incapacidade das células de incorporar glicose. De forma secundária, podem estar afetados o metabolismo de gorduras e proteínas.

Este distúrbio é produzido por um déficit absoluto ou relativo de insulina. Suas principais características são aumento da glicose sangüínea (glicemia), poliúria, polidipsia (aumento da ingestão de líquidos) e polifagia (aumento da fome).

fonte:

https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%8Dndice_de_massa_corporal. Acesso em: 10 de ago. 2016

Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

 

Última atualização em Terça, 18 Outubro 2016 13:46

saiba porque comer pouco não emagrece.

Avaliação do Usuário

 

 

Comer pouco não emagrece, o corpo se protege gastando menos calorias

 

Quem pensa que apenas restringindo seu consumo de calorias vai perder peso, é bom reconsiderar seu programa, pois, com a "dieta", o corpo passa a gastar menos energia; esse quadro significa uma adaptação normal do corpo humano para compensar a falta de calorias. 

Necessitamos de um mínimo de calorias para ficar somente deitado...somente respirando (e este valor varia de pessoa para pessoa), um nutricionista irá orientar “ quantas calorias você utiliza (precisa) diariamente".

 

 

Se consumir menos calorias do que as que necessita diariamente, seu organismo irá gastar menos calorias e assim seu metabolismo irá ficar mais lento, você ficará mais cansada, a vontade de ficar quietinha num canto será seu sonho de consumo, pois seu organismo esta a preservar suas forças, e se nada disto for capaz de te deter, a imunidade o fará, ou seja, com a indisposiçãoseu organismo não terá defesa para aguentar um dia inteiro pela frente, e ai você cai de cama, com um belo resfriado, passando 2 dias a base de canja,  chás, bolinho,  torradinhas e muito carinho, você recobra suas forças e uns quilinhos a mais, e seu organismo mais feliz, por conseguir atingir a meta.

Resultado de imagem para organismo feliz.

Se você não sabe quantas calorias você necessita por dia e se você realmente quer saber quantas calorias você precisa, primeiro precisa entender que nenhum organismo é igual ao outro e cada um necessita de uma quantidade diferente de consumo de calorias por dia.

A diferença em necessidades calóricas varia grandemente com base em idade, altura, peso e estilo de vida (sedentário, atleta, etc.) .

Portanto, ao perguntar quantas calorias você necessita ingerir para “eliminar peso corporal”, você deverá se fazer a seguinte pergunta: “Quantas calorias meu organismo necessita diariamente?”

Sem o conhecimento de como calcular suas necessidades diárias de calorias, é impossível responder a essa pergunta.

Por isso, o  velho e rotineiro conselho: procure um nutricionista, assim irá saber de suas necessidades de energia mínima por dia, e de bônus ganhará mais saúde!


Da mesma forma, é um erro pensar que a atividade física sem uma ingestão correta de energia queima calorias e elimina quilos de modo adequado. O importante é atingir um equilíbrio para o metabolismo se manter em níveis altos, alertam Dan Benardot e Walter R. Thompson, da Georgia State University.

No período de crescimento há necessidade de um consumo maior de energia. Também quem pratica muito exercício físico para aumentar sua massa muscular tem maior necessidade calórica, pois os músculos não podem ser fortalecidos reduzindo-se a ingestão de calorias.

Os exercícios físicos feitos com déficit de calorias afetam particularmente as crianças, as mulheres e os jovens atletas. Além da demanda de energia para atividades de alto impacto, as crianças precisam de energia adicional para crescer.

O consumo reduzido de calorias pelas mulheres contribui para criar disfunções ovulatórias, que depois comprometem a saúde dos ossos e agravam o risco de ter osteoporose precoce.

Os atletas jovens, que treinam muitas horas por dia sem receber a energia adequada, correm o risco de alterar sua taxa de crescimento. São comuns os sintomas de anemia e lesões em muitos desses atletas.

Vários fatores influenciam a necessidade total de energia: quando não há ingestão de calorias suficientes no momento correto, todas as razões para fazer exercícios físicos, condicionamento, estado geral, massa muscular, fortalecimento e redução de peso, vão desaparecer com o decorrer do tempo, mas vai aumentar a irritabilidade, nervosismo, falta de concentração e ate insonia.

“O organismo Gastando seu ouro”

O organismo utiliza as próprias proteínas (das pessoas ativas) quando a energia obtida com os hidratos de carbono é insuficiente. Isso é negativo para qualquer um que deseje melhorar seu estado físico.

Portanto, antes de fazer exercícios físicos, é importante consumir hidratos de carbono sob a forma de bebida ou por meio de uma pequena ingestão de sólidos. Refeições freqüentes e em porções pequenas permitem manter o nível de energia e o metabolismo em níveis ótimos, a hidratação também é importantíssima, assim como o descanso, uma noite de sono reparador é revigorante e ajuda na manutenção do peso corporal e no equilíbrio físico e emocional de cada um.

CUIDADO! Procure sempre um Nutricionista para saber o que é melhor para você, e não um vendedor que se diz nutricionista de produtos “milagrosos”, a função dele é vender.

A função do Nutricionista é lhe proporcionar saúde e boa forma.

 

 

Última atualização em Quarta, 03 Junho 2015 13:02

Pagina 1 de 2

Quem Está Conectado?

Temos 11 visitantes e Nenhum membro online

Visitantes

842139
Hoje
Ontem
Nesta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Geral
38
599
2559
834751
11901
16294
842139

Seu IP: 66.249.66.50
Hora do Servidor: 2018-11-21 01:37:49

Coach

Logo_Coach.png
DESIGN_BY

Distributed by SiteGround