Você está aqui: HomeArtigos de NutriçãoManter a FormaO sorvete que sacia - com Biomassa

Artigos Postados

Manter a Forma

Como manter a forma saudavelmente

O sorvete que sacia - com Biomassa

Avaliação do Usuário

 

O sorvete que sacia e alimenta

 

 

Ingredientes:

  • 1 xícara de chocolate 70% cacau
  • 1 xícara de biomassa de banana verde
  • 2 colheres de sopa de leite de coco

Modo de preparo:

Derreta o chocolate, adicione o leite de coco e misture até ficar homogêneo. Adicione a biomassa de banana verde e mexa bem até ficar uma massa aerada. Se você desejar uma mistura ainda mais cremosa, acrescente uma dose extra de leite de coco. Leve ao freezer e sirva quando atingir uma boa consistência.

Benefícios da biomassa de banana

Saúde do intestino

O amido resistente do alimento tem ação semelhante ao das fibras, por isso a biomassa é eficaz para manter a saúde do intestino em dia.

Ele ajuda a nutrir a mucosa intestinal, além de aliviar diarreias e contribuir no combate à prisão de ventre.

Saúde do Coração

Para quem sofre com colesterol alto, por exemplo, a biomassa é uma boa aliada.

Além de reduzir os níveis de HDL na corrente sanguínea, o alimento ajuda a diminuir os triglicerídeos e a atua na redução da absorção de gordura.

Fonte de vitaminas

Rica em vitaminas A, B1, B2 e minerais essenciais como fósforo, magnésio e potássio, a biomassa também é um dos alimentos antioxidantes que age na prevenção de doenças como o câncer e ajuda a combater o envelhecimento precoce.

Emagrecimento

biomassa de banana verde ajuda emagrecer porque, além de ser de baixo teor calórico, ajuda a inibir a absorção de glicose e gorduras.

 

Enquanto isso, o amido promove sensação de saciedade prolongada, já que é digerido lentamente pelo organismo.

Última atualização em Terça, 07 Fevereiro 2017 18:04

Esqueça o que te faz mal: Dietas , restrições alimentares..etcs

Avaliação do Usuário

 

 

 

Para a alegria dos que não conseguem abandonar as guloseimas, as dietas radicais estão com os dias contados.

Um estudo divulgado na última semana, pela Universidade da Pensilvânia, promete acabar com o mito de que, para emagrecer, as pessoas devem seguir "regimes" com  ditadura extremas, que cortam carboidratos e prezam, apenas, por opções específicas para perda de peso.

Na verdade, de acordo com a pesquisa, as guloseimas não devem ser totalmente deixadas de lado, mas apenas consumidas com moderação.

A pesquisa mostra que 65% das pessoas que se empenham em dietas radicais recuperam o peso perdido em até três anos, sendo que, apenas 5% conseguem manter as novas medidas.

Por outro lado, nesta experiencia como Nutricionista Clinica, percebi a eficiência da R.A. em 86% dos pacientes, ou seja eles não abandonaram as guloseimas por completo: chocolates, batata frita e outros carboidratos.

Ainda, o estudo garante que a renúncia de alimentos que se gosta pode ter consequências psicológicas e trazer fortes emoções negativas a quem estiver tentando seguir a dieta, razão pela qual tantas pessoas veem a perda de peso como um processo negativo.

Os cientistas também consideram essencial ao paciente sair para comer em restaurantes ou consumir o que gosta de vez em quando, o que transforma a perda de peso em um processo bem sucedido e eficaz.

Porem não confundir : "sair  de vez em quando para comer o que gosta"  com o "dia do permitido" ou o "dia do lixo" (pratica que não uso,  abomino esta prática) não deveria ter este dia, pois o inconsciente fica estressado pela chegada deste dia, prejudicando assim, a consciência da RA ( Reeducação Alimentar).

 

Porém, evite exageros: mesmo que não deva ser totalmente deixado de lado, o consumo de carboidratos deve ser sempre moderado.

Assim deveria ser tudo na vida, nada deve ser em excesso..

 

 

 

Última atualização em Quarta, 01 Fevereiro 2017 13:51

Cubos de abacaxi com gengibre para eliminar até 2 kg por mês!

Avaliação do Usuário

 

Cubos de abacaxi com gengibre para perder até 4 kg por semana

Cubos de abacaxi com gengibre para eliminar até *2 kg por mês.

Muito bom e totalmente refrescante essa receita. Ajuda a eliminar os quilinhos extras e  indesejáveis.

Receita Cubos de abacaxi com gengibre para perder até 2 Kg por mês.

Ingredientes:

  • 3 xícaras de abacaxi cortados
  • 250 ml de água
  • 1/2 xícara de gengibre sem casca e picado

Preparação :

  • Basta bater os ingredientes no liquidificador sem adição de açúcar, adoçante ou mel.
  • Em seguida, coloque nas forminhas e leve para congelar.
  • apos o congelamento coloque os cubinhos em um recipiente de vidro bem vedado e conserve no freezer.

 Prepare um suco natural de laranja , melão ,  abacaxi ou de outra fruta que aprecie e coloque um cubo do preparado e beba de seguida.

Beba 2 copos por dia, elimine açúcar e bebidas gaseificadas.

Esses cubos têm efeito diurético e emagrecedor.
O gengibre tem gosto forte, mas tem potente função de saciar a fome e acelerar o metabolismo (gasto energia).

* seguindo uma alimentação diária equilibrada, com porções orientadas pelo nutricionista.

se continuar a comer a mesma porção de alimentos,  e só inserir este suco na rotina,  nada valerá, e se comer menos que seu organismo necessita, poderá ter a imunidade prejudicada.

 

Última atualização em Sexta, 15 Julho 2016 19:10

calculando o IMC - Índice de Massa Corporal

Avaliação do Usuário

IMC é uma sigla utilizada para Índice de Massa Corporal. O Índice de Massa Corporal é uma medida utilizada para medir a obesidade adotada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). É o padrão internacional para avaliar o grau de obesidade.

O IMC foi usado em diversos estudos que comprovam que, quanto maior for o IMC do indivíduo, mais ele corre risco de morrer por doenças cardiovasculares. Esse índice pode ser usado em qualquer pessoa a partir dos 2 anos para identificar o excesso ou a carência de peso.

Como calcular o IMC?

Esse índice é calculado pela fórmula: peso/altura².

Vamos a um exemplo:

Se você medir 1,75 m e pesar 60 kg o cálculo será o seguinte: 60 divididos por 1,75² que logo se tornará 60 divididos por 3,06. O resultado da divisão será 19,60, portanto o seu peso é normal (a priori, é normal, veja explicação sobre IMC idêntico).

 

 Conheça a Tabela do IMC

O índice possui uma tabela com resultados e categorias. Ao fazer o cálculo do IMC, você obterá um resultado e a partir dele irá verificar se está abaixo, acima ou de acordo com o seu peso.

Podemos ver na tabela abaixo a classificação, você pode calcular o seu IMC e acompanhar a leitura.

 

Quando o resultado é menor que 18,5 kg/m², pelo índice, é considerado magro (abaixo do peso), pessoas nessa classificação correm o risco de desenvolver doenças infecciosas, pois, esse resultado, pode significar desnutrição ou metabolismo desregulado, provocando baixa imunidade.

Entre 18,5 até 24,9 kg/m² é considerado peso saudável, ou seja, aquele peso para àquela altura estima que a pessoa está saudável.

Dos 25 kg/m² em diante começa a classificação para sobrepeso, pessoas nessas faixas indicam maiores riscos de doenças crônicas, que são doenças cardiovasculares, pressão alta, diabetes… Pois, quanto maior o peso, maior será a quantidade de gordura corporal.

IMC é um bom índice para todos?

Mesmo sendo um índice muito eficaz, há exceções que devem ser respeitadas, pois seus resultados podem não ser reais quando aplicado em pessoas com muito peso devido à massa muscular, como os atletas e fisiculturistas.

Pessoas ativas fisicamente possuem mais massa magra do que gordura, assim seu IMC poderá ser alto e, claro, não é sinal de que está com sobrepeso.

 IMC idêntico, porem difere compleição massa corporal:

Formula incapaz de diferenciar massa gorda e massa muscular, o IMC é mais usado para sedentários.

Tabela do IMC para Idosos

Foi adotada uma nova tabela de IMC para os idosos (acima de 60 anos), pois foi concluído que os idosos possuem menos massa muscular do que jovens e adultos. O cálculo é o mesmo.

Porém a leitura precisa de atenção:

– IMC abaixo de 21,9 kg/m²: abaixo do peso

– IMC entre 22 e 27 kg/m²: peso normal

– IMC entre 27,1 e 32 kg/m²: sobrepeso

– IMC entre 32,1 e 37 kg/m2: obesidade no grau I

– IMC entre 37,1 e 41,9 kg/m²: obesidade no grau II

– IMC maior que 42 kg/m²: obesidade no grau III, obesidade mórbida.

No caso dos idosos masculinos, é considerada obesidade mórbida quando o resultado ultrapassar 40 kg/m². 

Observação

Metodologia indicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para calcular o IMC de pessoas com idade a partir de 60 anos.

 Tabela do IMC para Crianças

A tabela de adultos e jovens também não se aplica para as crianças. No caso das crianças, você deve fazer o cálculo e logo depois consultar a tabela de idade e sexo para verificar o percentil em que a criança se encaixa. Sabendo o percentil, você poderá interpretar as seguintes informações:

– IMC abaixo do percentil 10: abaixo do peso

– IMC entre o percentil 15 e 85: peso normal

– IMC entre o percentil 85 e 95: sobrepeso

– IMC acima do percentil 95: obesidade

 

Bom saber:

Qual é a precisão do IMC?

IMC é uma medida útil para a maioria das pessoas com mais de 18 anos. No entanto, existem algumas limitações no seu uso, pois ele pode ser influenciado pela idade, sexo e etnia.

Por exemplo, pessoas brevilíneas e/ou musculosas podem ser consideradas obesas sem o serem de fato. Para idosos e crianças, é necessário seguir tabelas especiais de IMC. Já os indianos, paquistaneses e bengaleses que estão com o índice de massa corpórea (IMC) acima de 28 devem ser considerados obesos por serem mais suscetíveis ao diabetes mellitus e a doenças cardíacas.

A partir do IMC também não é possível diferenciar os componentes "gordo" e "magro" da massa corporal.

Fale com o seu médico, um nutricionista ou um profissional especializado sobre o seu peso e sua saúde física.

Se você estiver grávida, o IMC não se aplica. Você deve procurar o seu obstetra e conversar com ele sobre o que representa um peso saudável durante a gestação.

 

Brevilíneas: De linhas ou dimensões curtas. Em anatomia geral; indivíduo que apresenta tronco e membros mais curtos que a média da espécie

Diabetes mellitus: Distúrbio metabólico originado da incapacidade das células de incorporar glicose. De forma secundária, podem estar afetados o metabolismo de gorduras e proteínas.

Este distúrbio é produzido por um déficit absoluto ou relativo de insulina. Suas principais características são aumento da glicose sangüínea (glicemia), poliúria, polidipsia (aumento da ingestão de líquidos) e polifagia (aumento da fome).

fonte:

https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%8Dndice_de_massa_corporal. Acesso em: 10 de ago. 2016

Nota ao leitor:
As notas acima são dirigidas principalmente aos leigos em medicina e têm por objetivo destacar os aspectos mais relevantes desse assunto e não visam substituir as orientações do médico, que devem ser tidas como superiores a elas. Sendo assim, elas não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação nem para subsidiar trabalhos que requeiram rigor científico.

 

Última atualização em Terça, 18 Outubro 2016 13:46

Quero muito emagrecer....mas não consigo....

Avaliação do Usuário

 

EU QUERO EMAGRECER!!!!!, mas não consigoooo...

 

 

 

Olá pessoal, ultimamente percebo (mais que nunca) o quão é repetitivo a questão de perda de peso corporal.

Em qualquer lugar que você passe, o assunto é o mesmo:

ü  Estou fora de forma,

ü  Hoje estou de dieta,

ü  Não posso comer demais porque exagerei no final de semana, e a semana que vem tenho um casamento para ir e meu vestido tem que entrar neste corpinho....

ü  Vou começar academia em 2020....rsrsrsr

 

Muita gente, muita mesmo, tem muita dificuldade para emagrecer! Eu sinceramente acredito, que para uma pessoa emagrecer, não basta simplesmente fechar a boca.

 Aliás, acredito que muita gente (inclusive quem sofre de obesidade) faz tudo certinho e mesmo assim não consegue emagrecer ou eliminar os kilos extras.
Na verdade, a pessoa não tem que somente fechar a boca.

Ela precisa “abrir” para os alimentos certos.

Tudo é muito individual e não dá para fazer diagnóstico no salão do cabeleireiro ou na festa infantil do sobrinho!

Ou então nas redes sociais, a pessoa começa a mandar mensagem para todo mundo:

ü  Estou cansada;

ü  Hoje estou desanimada;

ü  Hoje estou gripada;

ü  Hoje estou triste;

ü  Hoje estou deprê;........

Até que você recebe uma mensagem e ela diz “estou com excesso de peso e preciso urgente de um cardapiozinho”.......

você até tenta conversar e explicar que não é só um cardapiozinho....

mas ela (ele) quer,

você manda........

ai ela (ele) some…

rsrsrsrs,

Imagino que exista uma força maior que meu pensamento que diz que ao receber um cardápio você diminui os números na balança, o tempo passa, essa força não é ativada na pessoa....ou no cardápio....e ao perceber que não é assim a pessoa some.....porque você não resolveu o problema que estava atrapalhando a vida dele (a)

Então o problema não é só o cardapiozinho…..

É o compromisso!

Compromisso com ela mesma, um senso de urgência e uma esperança implícita (quero entrar naquele vestido)..o que está implícito é que ela quer  eliminar peso corporal, sentir que está mais leve, que ao final do dia já não está tão cansada, que suas roupas estão servindo!!!!

A rotina e o excesso de trabalho aliado a indústria de alimentos, são os pontos mais relacionados e apontados por muitos como responsáveis por não poder cumprir os compromissos firmados anteriormente:

ü  “A rotina da semana não cabe uma caminhada”....

ü  “Trabalhei até tarde...corri muito, tive que usar o elevador o dia inteiro”....

ü  Em casa:  “não tinha tempo para ir ao sacolão comprar verduras, legumes e frutas....

Passei na padaria e comprei um congelado”

 

 O cardapiozinho.....isso é ate fácil demais para um nutricionista...

 

Então resolvi escrever este artigo…muitas vão adorar, outras (os) nem tanto!

 

E já aviso para quem não gostar, não fique triste…tudo na vida tem sua hora...

Talvez este não seja seu momento…não se force...não se torture…leia um livro…na hora que puder vá até uma praça e dê algumas voltas, ao voltar para casa (se for prédio) utilize as escadas.

No outro dia faça a mesma coisa antes de ir para o trabalho.

No outro dia, esqueça que neste planeta tem elevador......e vá de escadas…(se sua condição física e clinica permitir que suba e desça escadas)

Depois de uma semana, leia este artigo…será muito melhor. Você  irá se animar.... 


Leia o texto na íntegra:


Perder peso não é tarefa fácil! Mesmo comendo menos e fazendo exercícios, as vezes nos deparamos com dificuldades para eliminar os quilinhos extras. A pergunta é: o que pode estar acontecendo?

Existem sinais e sintomas que nos falam a possível causa. Aqui vão alguns bloqueadores da perda de peso e como fazer para obter a ajuda que necessita.

1.     Tireoide inativa

 

Estudos mostram que está cada vez mais comum o hipotireoidismo subclínico – aquele que não mostra nos exames, mas a pessoa tem todos os sintomas. Se você nota que seu metabolismo está lento, que está ganhando peso sem motivo aparente ou sente muita dificuldade em perder peso, pode estar acontecendo alguma coisa com a sua tireoide. Se estiver associado com fadiga extrema, aumento da sensibilidade ao frio, intestino lento, queda de cabelo, unhas muito fracas, pele seca, dores articulares ou até depressão, fique atento.

 

 

Para saber se está acontecendo alguma coisa, converse detalhadamente com seu médico (endocrinologista) e explique exatamente o que está sentindo.

O médico vai solicitar exames, não deixe de atender à solicitação de seu médico, ele quer te ajudar, mas você precisa fazer sua parte!

Quanto mais alto estiver o TSH (hormônio estimulante da tireoide), mais indicativo há que sua tireoide está trabalhando em modo lento. Pesquisas mostram que não é necessário estar muito acima dos níveis recomendados – o simples fato de estar com níveis acima de 2, já é um indicativo para ter cautela e procurar seu médico.

 

2.       Hormônios descontrolados

 

Outro problema que pode estar acontecendo e que está cada vez mais comum entre as mulheres, é a Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP). Embora nem todas as mulheres com SOP ganhem peso, o excesso de gordura corporal, principalmente na cintura, é comum nesses casos. A mulher apresenta pêlos faciais e corporais, menstruação irregular, acnes e até mesmo infertilidade. O ganho de peso é comum pois a SOP caminha lado a lado a resistência à insulina, que se não tratada pode levar a diabetes tipo 2. Em termos práticos, isso significa que a pessoa não processa o açúcar de forma correta e acaba armazenando gordura na região do abdômen.

 

Para saber como anda o seu metabolismo de açúcares, faça exames laboratoriais e veja como estão os seus hormônios sexuais, como a sua testosterona, estrógeno e progesterona, além da hemoglobina glicada, o seu ácido úrico e claro, a taxa de insulina e glicose. Um ultrassom dos seus ovários também faz parte do diagnóstico. 

 

3.       Intolerâncias alimentares

 

Especialistas estimam que intolerâncias alimentares afetam mais de 1 em cada 10 pessoas. Essas intolerâncias muitas vezes passam desapercebidas, pois não são sintomas imediatos. Quando comemos alimentos que não são corretamente digeridos, por inúmeras causas (excesso do consumo do mesmo alimento diariamente ou falta de enzimas digestivas), nosso corpo reage com inchaço, diarreia ou constipação, bem como asma leve, eczema ou problemas na pele, dores de cabeça, dores musculares e nas articulações e fadiga. Isso tudo desacelera  nosso metabolismo, pois os nutrientes necessários para a energia celular, são gastos em outra atividade do nosso corpo. Para conseguir eliminar peso, o nosso intestino deve estar em perfeitas condições, para absorver os nutrientes e o corpo usar de forma adequada.

 

Se você consome em excesso laticínios, trigo (até mesmo a farinha de trigo integral), soja, milho, ovos e oleaginosas (nozes, amendoim), além de muitos produtos industrializados com conservantes e corantes (todos os produtos em caixinha ou saquinho), você pode estar a correr risco,  de inchar cada vez mais.

 

4.       Medicamentos

 

O ganho de peso pode ser também um efeito colateral de alguns medicamentos, como antidepressivos, hormônios ou pílulas anticoncepcionais. Eles podem alterar o seu peso em poucas semanas após o início ou até mesmo demorar meses, ou seja, o efeito pode ser ao longo do tempo de uso do medicamento em combinação com uma alimentação inadequada e excessiva.

 

 O que fazer?

 

·         Se você se identificou com alguma alternativa acima você precisar buscar orientação médica e principalmente a nutricional.

·         Resolvendo a parte de exames e orientações de seu médico, (com medicamentos para quem precisa) e juntamente com nutricionista você irá descobrir maneira de potencializar o tratamento dado pelo seu médico, e logo restabelecer seu organismo, por exemplo : Uma tireoide inativa pode ser ativada, ou uma resistência à insulina pode ser tratada, aliando o tratamento de seu médico e a descobrir alimentos que estão te fazendo mal e não bem.

·         Para os que não precisam de medicação e sim de uma orientação nutricional, existe a Reeducação Alimentar, para equilibrar o organismo que se encontra cansado e com péssimos hábitos alimentares;

·         Uma boa nutrição irá te ajudar a ficar em paz com sua forma física, se livrando dos incômodos que estavam a afetar anteriormente;

·         Pontuando alguns vícios e atitudes nutricionais já instaladas sem perceber;

·         Recalcular necessidade energéticas (quanto precisa de energia para viver bem), com inclusão de alimentos saudáveis;

·         Observando alimentos que estão a prejudicar seu organismo, através de estudos e pesquisa individuais frente ao perfil do paciente, lembrando sempre que um alimento pode ser inofensivo para uma pessoa e ser péssimo para outra;

·         Através de algumas mudanças na rotina alimentar, o paciente perceberá a melhora no dia a dia, assim adquirira novos hábitos, sem sofrimento, e acima de tudo respeitando seu comportamento frente a alimentação;

·         E sempre incorporando algumas alterações para haver mudança onde deve ser mudado;

·         A nutrição funcional/comportamental pode te ajudar muito mais do que você imagina.

 

 

Se você está insatisfeita com sua vida, com seu corpo.....e continuar a fazer tudo que faz hoje......amanhã você estará do mesmo jeito que esta hoje....

Não procure milagres, promova mudanças....

 

 

 

 

 

Última atualização em Segunda, 21 Março 2016 16:38

Pagina 1 de 2

Quem Está Conectado?

Temos 60 visitantes e 3 membros online

  • shevtchyk1980O
  • DannyDub
  • GoranLex

Visitantes

590315
Hoje
Ontem
Nesta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Geral
542
649
1191
578693
23800
24964
590315

Seu IP: 46.119.124.216
Hora do Servidor: 2017-11-20 13:21:19

Coach

Logo_Coach.png
DESIGN_BY

Distributed by SiteGround